Apresentação

O projeto Censura em Cena, na sua segunda edição, envolve a leitura dramática de seis peças proibidas pela censura do Estado de São Paulo e presentes no Arquivo Miroel Silveira, acervo da Escola de Comunicações e Artes da USP e que reúne 6.137 processos de censura abertos entre 1930 e 1970 pelo Departamento de Diversões Públicas do Estado de São Paulo. Esse acervo vem sendo estudado desde 2002 pelo Observatório de Comunicação, Liberdade de Expressão e Censura (OBCOM), grupo de pesquisa coordenado pela Profa. Dra. Maria Cristina Castilho Costa.

O atual projeto tem por objetivo apresentar os textos proibidos e entender de que forma a censura interferiu na produção artística e qual é o seu impacto na atualidade. Em agosto haverá a leitura da peça “Filha moça”, de Augusto Boal . 

Trata-se de um drama que tem por foco os conflitos e as desilusões amorosas vividas pela filha, repetindo os sofrimentos que vivera sua mãe. Como esta, a Filha Moça acaba aprendendo a se conformar com a dura realidade da vida e as imposições sociais. 

A peça foi proibida em 1956, pois o censor julgou que nada havia nela que servisse aos objetivos do verdadeiro teatro: aprimorar os costumes, os sentimentos, a linguagem.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.



Tradução em Libras disponível. Faça sua solicitação no ato da inscrição, com no mínimo dois dias de antecedência da atividade.

Programação

27 de Agosto de 2016
14:00 - 18:00 Leitura dramática da peça “Filha moça”, de Augusto Boal . 

Fotos

Localização

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar - Bela Vista - São Paulo.

Contato

Obcom

Eventos Anteriores