Sexualidade

O eixo investiga temas e episódios contemporâneos relacionados ao gênero, à sexualidade e ao corpo em suas relações com formas censura e interdição. 

O pesquisador responsável possui extensa trajetória de pesquisas sobre tais assuntos, especialmente em relação à censura ao teatro brasileiro. Em outros projetos, investigou longos períodos da história de nossos palcos, desde a década de 1930. 

Pesquisas anteriores mostraram que, no caso do teatro, em momentos de vigência de censura prévia, a prática censória não constituía um instrumento racional de controle, mas, ao contrário disso, uma expressão de valores pessoais. Ao mesmo tempo, os relatórios dos censores teatrais refletiam as construções sociais relacionadas ao corpo e à moralidade. 

É preciso lembrar que as mudanças nos padrões morais durante o século XX estão relacionadas à emergência do corpo e da sexualidade como elemento significativo em diversas manifestações artísticas.  

Apesar disso, vemos surgirem diferentes formas de interdição – sejam as intervenções da censura oficial, como na época da ditadura militar, sejam formas sutis e difusas de interferência que existem hoje.